Siga nossas redes sociais
25/02/2024

Destaques

Autoridades políticas e religiosas escrevem textos da Bíblia em sessão da Câmara de SP

Published

on

Compartilhe

Uma solenidade na Câmara Municipal de São Paulo realizada nesta terça-feira (3) permitiu que autoridades políticas e religiosas escrevessem parte de textos bíblicos no projeto Bíblia Manuscrita, apoiado pela União Nacional das Igrejas e Pastores Evangélicos (Unigrejas).

São cinco meses de produção de uma cópia manuscrita dos livros sagrados. Até o momento, 80% da Bíblia já foi transcrita por inúmeras pessoas de várias cidades do país.

Na mesa estavam os vereadores Jorge Wilson Filho, Atílio Francisco, André Santos, a deputada estadual Edna Macedo, o deputado estadual Sebastião Santos, o presidente estadual dos Republicanos Sergio Fontellas, Andréa Sousa, secretária–adjunta da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e o presidente do Unigrejas e Bispo Eduardo Bravo.

Na sessão especial, cerca de 350 convidados puderam conhecer melhor o projeto, entre eles estava Wandemberg Marques, o empresário que foi certificado pelo Rank Brasil como o brasileiro que transcreveu a Bíblia em menor tempo.

Os presentes também aceitaram o convite e escreveram trechos do livro de Lucas. Todos os copistas foram certificados por terem participado desse grande projeto.

“Quero dizer que é um prazer muito grande e um ato simbólico comemorarmos e festejarmos a Palavra de Deus em um local público, um lugar onde se discutem as leis, um lugar que nos dá a liberdade de falarmos da Bíblia”, disse o bispo Eduardo Bravo.

O líder da Unigrejas revelou que o projeto não é inédito, pois outras pessoas já transcreveram a Bíblia, mas essa forma cooperativa como o projeto está sendo desenvolvido sim é inédita. “A transcrição está contando com a participação de mais de 31 mil pessoas em todo o Brasil. Nós dividimos os 66 livros da Bíblia por todos os estados do Brasil”, completou.

Redação Exibir Gospel

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.