Siga nossas redes sociais
18/05/2024

Entretenimento

Boulos marca encontro com pastores para conquistar votos entre os evangélicos em SP

Published

on

Compartilhe

O deputado federal

Boulos marca encontro com pastores para conquistar votos entre os evangélicos em SP

O deputado federal Guilherme Boulos, pré-candidato do PSOL à prefeitura de São Paulo, está buscando ampliar sua base eleitoral ao marcar um encontro com pastores de pequenas congregações na próxima segunda-feira (29). O objetivo é tentar atrair eleitores de segmentos onde seu adversário, Ricardo Nunes (MDB), possui forte apoio.

Uma pesquisa Atlas/CNN revelou que Nunes conta com 56,6% das intenções de voto entre os evangélicos, colocando Boulos em terceiro lugar nesta categoria, atrás também de Kim Kataguiri (União Brasil), que alcança 17% das intenções de voto nesse grupo específico.

Apesar de liderar as pesquisas de intenção de voto de forma geral, Boulos está empatado com Tabata Amaral (PSB) entre os evangélicos, ambos com cerca de 12% das intenções de voto desse público.

A estratégia de Boulos inclui apresentar-se como alguém de origem católica, ligado à Igreja Ortodoxa, mesma denominação religiosa de Fernando Haddad (PT), que conseguiu o apoio de parte dos evangélicos em sua vitória nas eleições de 2012.

Durante o encontro com os pastores, Boulos pretende pedir apoio e discutir a melhor forma de se comunicar com os evangélicos, demonstrando respeito à religiosidade e enfatizando sua família e sua fé, sem, no entanto, abrir mão da defesa do estado laico. As informações são da CNN Brasil. ré-candidato do PSOL à prefeitura de São Paulo, está buscando ampliar sua base eleitoral ao marcar um encontro com pastores de pequenas congregações na próxima segunda-feira (29). O objetivo é tentar atrair eleitores de segmentos onde seu adversário, Ricardo Nunes (MDB), possui forte apoio.

Uma pesquisa Atlas/CNN revelou que Nunes conta com 56,6% das intenções de voto entre os evangélicos, colocando Boulos em terceiro lugar nesta categoria, atrás também de Kim Kataguiri (União Brasil), que alcança 17% das intenções de voto nesse grupo específico.

Apesar de liderar as pesquisas de intenção de voto de forma geral, Boulos está empatado com Tabata Amaral (PSB) entre os evangélicos, ambos com cerca de 12% das intenções de voto desse público.

A estratégia de Boulos inclui apresentar-se como alguém de origem católica, ligado à Igreja Ortodoxa, mesma denominação religiosa de Fernando Haddad (PT), que conseguiu o apoio de parte dos evangélicos em sua vitória nas eleições de 2012.

Durante o encontro com os pastores, Boulos pretende pedir apoio e discutir a melhor forma de se comunicar com os evangélicos, demonstrando respeito à religiosidade e enfatizando sua família e sua fé, sem, no entanto, abrir mão da defesa do estado laico. As informações são da CNN Brasil.