Siga nossas redes sociais
26/02/2024

Destaques

Bruna Karla sofre intolerância religiosa por afirmar que não participaria de casamento gay

Published

on

Compartilhe

A cantora Bruna Karla defendeu a posição bíblica sobre a homossexualidade durante um podcast e passou a ser alvo de ataques de internautas e artistas.

Tudo isso porque ele afirmou que não cantaria em uma igreja inclusiva e ainda contou uma história particular de um amigo dela que é gay e perguntou se ela participaria do casamento dele com outro homem.

“Teve um amigo que me perguntou: ‘Bruna, quando eu me casar você vai no meu casamento?’ e eu olhei para ele, fui bem sincera e disse: ‘Ah, quando você se casar com uma mulher linda e cheia do poder de Deus, eu vou sim’. Estou falando de um amigo, homossexual, que a gente tem essa liberdade, e eu falei que o dia que eu aceitar cantar em um casamento com outro homem, eu posso parar de cantar sobre a bíblia e sobre Jesus“, disse.

O ex-BBB Gil do Vigor chamou a cantora de preconceituosa. “De fato, quando Jesus aparecer alguém irá se envergonhar e não é seu amigo gay mas sim você por sua atitude preconceituosa! João 14 fala que Deus nos chama de amigos e a palavra amigo é forte demais para ser sustentada com base no preconceito e falta de amor ao próximo”, declarou ele que é ex-mórmon.

Já a cantora Anitta deixou de seguir Bruna Karla nas redes sociais em “protesto”.

Por outro lado, Bruna tem recebido o apoio de cristãos de várias denominações que concordam com ela e que sabem que não é errado acreditar na Bíblia.

O pastor Renato Vargens, por exemplo, escreveu um artigo em apoio à intérprete de “Sou humano”. Segundo ele, “Bruna Karla tem razão em expressar sua opinião, afinal ela tem o direito e a liberdade religiosa de fazê-lo”.

Redação Exibir Gospel