Siga nossas redes sociais
23/02/2024

Destaques

Candidata negra bolsonarista processa Lula por fala racista sobre 7 de setembro

Published

on

Compartilhe

A candidata a deputada federal pelo Rio Grande do Norte Camila Georg (PSC) entrou com uma queixa-crime contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por racismo.

A influenciadora digital critica o petista pelas falas que comparou os atos do presidente Jair Bolsonaro pelo dia 7 de Setembro a uma reunião da Ku Klux Klan, grupo supremacista branco dos Estados Unidos (EUA).

“Foi uma coisa muito engraçada o ato do Bolsonaro. Parecia uma reunião da Ku Klux Klan. Só faltou o capuz. Não tinha negro, não tinha pardo, não tinha pobre, trabalhador”, disse Lula.

Camila Georg, mais conhecida na internet como “Preta Opressora”, resolveu comentar e o levar o caso para a esfera judicial. “O que não faltou foi negro, pardo e trabalhador nos atos de 7 de setembro. Na verdade, sentimos falta de uma coisa, graças a Deus: não tinha bandido”, disse ela nas redes sociais.

Camila também pede a impugnação no TSE da candidatura de Lula e uma ação cível contra o ex-presidente.

Redação Exibir Gospel / Leiliane Lopes