Siga nossas redes sociais
21/06/2024

Entretenimento

Casos de abusos sexuais cometidos por evangélicos ganham destaque na mídia

Published

on

Compartilhe

A Igreja Evangélica Bola de Neve está no centro de um escândalo envolvendo seu fundador, o apóstolo Rina, que foi denunciado por uma ex-funcionária da igreja por abuso sexual. A denunciante relata que os abusos foram contínuos, repetidos por anos e ocorridos dentro da residência do líder espiritual. Ela afirma que os abusos começaram com pedidos de massagem e evoluíram para convites privados.

A Bola de Neve informou publicamente que afastou o apóstolo do comando do ministério enquanto o caso é apurado, garantindo a transparência nas investigações e ressaltando que seu objetivo é salvar almas, não destruí-las.

Outro caso que chocou a comunidade evangélica foi o do pastor Davi Passamani, ex-líder da igreja A Casa, em Goiânia, que foi preso sob acusação de importunação sexual. Ele é investigado pela Delegacia Estadual de Atendimento Especializado à Mulher.

As acusações incluem insinuações sexuais contra uma fiel e o ato de mostrar seu órgão genital em uma chamada de vídeo. Passamani já enfrentava outras acusações por crimes sexuais, mas nunca havia sido condenado.

Marcus Grubert, marido da cantora gospel Heloisa Rosa e filho do pastor Irineo Grubert, está preso nos Estados Unidos e pode ser condenado à pena de morte após ser acusado de abusar sexualmente de uma menina de 6 anos em abril do ano passado.

Além dessa acusação, ele agora enfrenta uma denúncia de estupro que teria ocorrido há 14 anos, feita pela brasileira Josiane Silva. Ela conta que foi convidada por Heloisa Rosa para ser sua assessora e relata um episódio em que Marcus lhe ofereceu vinho, ela foi dopada e violentada sexualmente.

Esses casos têm gerado repercussão na grande imprensa e tem assustado os evangélicos que começam a refletir sobre a necessidade de expor esses casos e incentivar a denúncia de vítimas de crimes como esses.

Como denunciar abusos sexuais cometidos por qualquer pessoa ?
Se você precisa denunciar casos de abuso sexual, existem vários canais disponíveis no Brasil. Anote essas opções.

Polícia Militar (190): Se a criança estiver correndo risco imediato, ligue para o número de emergência 190.
Samu (192): Para pedidos de socorro urgentes, entre em contato com o Samu.
Delegacias especializadas: Há delegacias especializadas no atendimento a crianças ou mulheres. Você pode procurar uma delas.
Qualquer delegacia de polícia: Você pode fazer a denúncia em qualquer delegacia.
Disque 100: Recebe denúncias de violações de direitos humanos. A denúncia é anônima e pode ser feita por qualquer pessoa.
Conselho Tutelar: Todas as cidades possuem conselhos tutelares. Eles são responsáveis por verificar casos de violência contra crianças e adolescentes.

Redação Exibir Gospel