Siga nossas redes sociais
23/02/2024

Destaques

Criticadas, cantoras evangélicas falam sobre encontro com Bolsonaro em Brasília

Published

on

Compartilhe

Na semana passada dezenas de pastoras, cantoras e mulheres de pastores estiveram em um chá de mulheres organizado pela primeira-dama, Michelle Bolsonaro no Palácio da Alvorada. O presidente Jair Bolsonaro e a ministra da Mulher, Cristiane Britto, também estiveram presentes.

Os críticos do atual presidente se voltaram contra as cantoras que estavam no evento e usaram as redes sociais para atacá-las.

Até mesmo famosos enviaram mensagens ruins. Em comentário feito na postagem de um teólogo ligado à esquerda, a apresentadora Xuxa Meneghel que chamou as mulheres evangélicas que estiveram com o presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, na semana passada de “interesseiras”.

“Elas têm interesse … pois se não tivesse, não poderiam nunca estar do lado desse senhor”, escreveu a Rainha dos Baixinhos que é uma das principais críticas ao atual presidente.

Algumas das cantoras atacadas pelo público ligado à esquerda se manifestaram pedindo respeito e explicando porque estiveram em Brasília.

Ana Nóbrega, por exemplo, falou do quanto é difícil permanecer no ministério e que não recebe o mesmo retorno em suas redes quando produz uma nova música como recebe quando fala de política.

“Gostaria de dizer que estou tão maravilhada com o que vivi, com o que o Espírito Santo me deu direção para fazer, adorar, orar, para pôr a palma das minhas mãos e a planta dos meus pés literalmente nesse lugar que o que quer que falem, seja bom, seja mau, não importará!’

Ela diz ainda que lamenta quem acha que as participantes daquele culto de mulheres sejam massa de manobra política e que todos os acontecimentos políticos foram e serão fruto de oração.

Eyshila falou diretamente para as mulheres sobre as dezenas de leis aprovadas em prol delas e que  não tiveram divulgação na grande mídia e faz um aviso importante: “Se o nosso atual presente não vencer, só nos resta o destino dos nossos vizinhos: perseguição religiosa, miséria, falência, comunismo… Que Deus tenha misericórdia de nós”.

A cantora Cassiane, por sua vez, esclareceu o que foi fazer no Palácio da Alvorada na semana passada: “Fui orar, abençoar, cantar e profetizar… ou seja, cumprir o propósito para o qual Deus me chamou: abençoar! Pátria Amada Brasil”.

Redação Exibir Gospel / Leiliane Lopes