Siga nossas redes sociais
18/05/2024

Destaques

Devemos orar contra inimigos? Entenda o que são orações imprecatórias

Published

on

Compartilhe

Gerou grande debate na internet a defesa que o pastor Anderson Silva fez sobre as orações imprecatórias. Poucos cristãos conhecem este termo e não sabem o que significa.

Trata-se de um tipo de oração por justiça, clamando a Deus para que ele castigue os ímpios. Ao contrário do que muitos pensam, orar neste sentido não é nem vingativo, nem falta de amor, mas uma expressão da sua confiança de que Deus julga com Justiça.

Vários versos de Salmos trazem orações neste sentido. Mas e o cristão atual, ele pode ou não pode orar para que Deus seja justo contra seus inimigos?

Ao responder essa pergunta, o teólogo John Piper, um dos mais respeitáveis da atualidade, citou o texto de 1º João para explicar sua visão sobre o tema dizendo que hoje, não há uma pessoa que não mereça o perdão de Cristo.

“Não acho que hoje, sem ser escritores das escrituras como o salmista, devemos orar pela condenação das pessoas. Devemos abençoar as pessoas, orar por sua conversão ou não orar por elas se Deus deixar claro que não serão salvas”.

O reverendo Augustus Nicodemus, da Igreja Presbiteriana de Recife (PE), tem um vídeo sobre este assunto. Na visão dele, o cristão pode orar por Justiça, não por vingança. Ele diz também que devemos clamar pela misericórdia de Deus sobre as pessoas.

Assista: