Siga nossas redes sociais
23/02/2024

Entretenimento

Duração média de casamentos no Brasil cai 18,7% em 10 anos

Published

on

Compartilhe

Os casamentos no Brasil estão durando cada vez menos. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010 as relações duravam em média 16 anos. Em 2020, a média caiu para 13 anos.

No Brasil o número de casamentos desfeitos é cada vez maior. Em 2021, foram registrados 80.573 divórcios no país, número recorde desde 2007, quando a quantidade começou a ser acompanhada pela plataforma e-Notariado, do Colégio Notarial do Brasil.

Há muitas razões para que este número esteja cada vez maior: a chegada da mulher ao mercado de trabalho; as leis de apoio à vítimas de violência doméstica e as facilidades de realizar o divórcio.

Assunto é polêmico no meio cristão

Enquanto cada vez mais casais evangélicos se separam, o assunto permanece polêmico entre os religiosos.

Há pastores que só permitem o fim do casamento em casos de adultério. Outros apoiam adultério e violência doméstica.

Em meio ao embate, o pastor Renato Vargens falou contra a relativização do divórcio. “Se o divórcio é ilegítimo aos olhos de Deus, um novo casamento também o será. Deus não aprova a banalização do casamento e a relativização do divórcio”.

O pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, é dos que permitem casamento apenas para casos de infidelidade e diz que apenas a pessoa que foi traída é que pode se casar novamente.

“De acordo com a Bíblia, para Deus, o ideal é que não haja traição e que, havendo, o

perdão seja liberado. Mas, por causa da dureza do coração do homem (Mateus 19.8), da sua incapacidade de perdoar, o traído pode divorciar-se e casar-se de novo”, diz ele em um vídeo antigo.

No ano passado, Malafaia viralizou ao dizer no culto que iria excluir da igreja os membros que não foram traídos, mas se divorciaram e se casaram novamente. “Agora, aqui nessa igreja, se alguém se divorciar, a não ser com a cláusula de exceção de infidelidade, e contrair um novo matrimônio, eu vou excluir do rol de membros dessa igreja”.

E ele ainda continuou: “Você quer se divorciar e contrair novas núpcias porque houve infidelidade? Continua como membro da igreja. Quer se divorciar ‘porque não estou gostando, por causa do hálito dela, porque ela acorda de manhã horrorosa, sem a maquiagem’, sei lá que inferno é, e você contrair novas núpcias, eu vou te excluir do rol de membros dessa igreja porque você vai ser um adúltero”.

Redação Exibir Gospel /Leiliane Lopes