Siga nossas redes sociais
12/04/2024

Destaques

Ebrahim Firouzi morre no Irã

Published

on

Compartilhe

Lider cristão estava exilado por frequentar igreja doméstica e possuir Bíblias

A Portas Abertas lamenta a morte de Ebrahim Firouzi, no Irã. O líder cristão de 37 anos morreu em consequência de um ataque do coração em 20 de fevereiro e foi sepultado no dia 22 no país. Segundo fontes locais, o corpo do cristão de origem muçulmana foi encontrado por seu irmão, quando foi visitá-lo por não receber mais notícias do líder cristão.

Em agosto de 2013, Ebrahim foi preso por frequentar uma igreja doméstica e possuir Bíblias. Desde então lutava por sua liberdade física e religiosa de seguir a Jesus. Em outubro de 2019, o líder cristão saiu da prisão e foi cumprir a pena de dois anos na província de Sistão-Baluchistão, perto da fronteira com o Paquistão

O seguidor de Jesus foi ameaçado de voltar para a prisão quando gravou um vídeo em protesto às violações de seus direitos. Na ocasião, Ebrahim testemunhou: “O poder do amor de Cristo por nós é tal que nenhuma outra força pode nos distrair do que acreditamos. Eles [perseguidores] podem ser capazes de nos machucar, mas eles não podem causar danos às nossas almas.”

A vida no exílio

Mesmo no exílio, Ebrahim deu frutos e tornou-se um membro respeitado da nova comunidade. Ele também iniciou um negócio e pensava em se casar. “Ele ajudou escolas locais, financiando projetos de banheiros e saneamento. Comprou sapatos, bolsas e artigos de papelaria para as crianças da região. Ele tinha esperança no futuro e criou esperança para a comunidade em que vivia”, revela Mansour Borji, diretor do site britânico Article18.
Borji entrevistou o líder cristão e fez uma homenagem após sua morte: “A liberdade de todos terem acesso e possuir uma Bíblia era fundamental para a vida e o ministério de Ebrahim. Foi a razão pela qual ele foi inicialmente preso e cumpriu quase sete anos de prisão.”

Assim como José do Egito, Ebrahim tinha certeza do seu chamado e fez a diferença enquanto estava preso. “Mesmo durante a prisão, ele encontrou formas criativas de disponibilizar isso [Bíblias] a todos quando se tornou responsável pela biblioteca da prisão. Durante os dois anos de exílio e até os últimos dias de sua vida na terra, essa paixão não o abandonou”, continua o diretor.

Pedidos de oração

  • Louve ao Senhor pela vida de Ebrahim e peça que seu legado gere muitos frutos para o Reino de Deus.
  • Interceda pelo consolo e fortalecimento dos familiares e amigos do líder cristão.
  • Clame para as autoridades no Irã sejam tocadas por Deus e respeitem a liberdade religiosa da população.