Siga nossas redes sociais
26/02/2024

Destaques

Fada Madrinha vira “aprendizes” na linguagem neutra adotada pela Disney

Published

on

foto reprodução
Compartilhe

Em uma nova investida para abraçar a comunidade LGBTQ+, a Disney determinou que a “fada madrinha” passe a ser chamado de “aprendizes”.

O motivo é incluir funcionários que “podem não se identificar com o gênero feminino”.

“Membros do elenco que podem não se identificar como mulheres ainda podem fazer parte do processo de vestir e estilizar as crianças sem precisar se referir a si mesmos como uma personagem feminina da  Disney”, diz a nota da empresa de entretenimento.

A expressão com o gênero neutro deve entrar em vigor em seus parques temáticos a partir de agosto, quando as boutiques do Walt Disney World e da Disneylândia abrirão para o público após o fechamento provocado pela pandemia de Covid-19.

De acordo com a Disney, o termo “fada madrinha” costumava ser usado para se referir aos funcionários que trabalham nos salões. Eles ajudam as crianças a se vestirem com roupas de princesas, cavaleiros e outros personagens.

Essa não é a primeira vez que a empresa muda jargões históricos para acompanhar o ativismo LGBTQ+. Há algum tempo a companhia mudou a sua saudação de “senhoras e senhores” e “meninos e meninas” para “sonhadores de todas as idades”.

Redação Exibir /Leiliane Lopes