Siga nossas redes sociais
23/02/2024

Destaques

Falsos pastores são presos por criar igrejas para lavar dinheiro do tráfico

Published

on

(Crédito: Divulgação/Polícia Civil )
Compartilhe

Um casal de “pastores” foi preso no interior de São Paulo acusados de criar igrejas evangélicas para lavar dinheiro do tráfico de drogas.

De acordo com o Ministério Público de São Paulo (MPSP), a dupla foi responsável por abrir sete igrejas nos estados de São Paulo e Rio Grande Norte.

Além dos templos, eles também lavavam dinheiro comprando  imóveis, fazendas e rebanhos bovinos.

Marido e mulher foram presos através da investigação chamada Operação Plata, um esquema que teria movimentado mais de R$ 23 milhões. O Pastor Junior é irmão de um dos chefes do PCC que está preso em Brasília.

Tido como braço-direito do irmão, ele trabalhava lavando o dinheiro da venda de entorpecentes há pelo menos 20 anos.  Parentes e outros comparsas fora da família, também foram envolvidos nos esquemas.

A Polícia Federal cumpriu sete mandados de prisão e outros 43 de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Norte, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Bahia, Ceará, Paraíba e no Distrito Federal para investigar esses e outros crimes da Operação Plata.

Redação Exibir /Leiliane Lopes