Siga nossas redes sociais
21/06/2024

Família

Feminista quase foi agredida por ativistas trans ao defender mulheres biológicas

Published

on

Compartilhe

Grupos feministas de várias partes do mundo estão enfrentando o ativismo trans em defesa das mulheres biológicas, ganhando inimigos dentro da própria esquerda política.

A ativista feminista Kellie-Jay Keen-Minshull relatou que recentemente quase foi agredida em Auckland, Nova Zelândia, onde foi palestrar sobre as diferenças entre homens e mulheres.

A britânica criou uma palestra chamada “Deixe as mulheres falarem”, onde ela faz questão de defender o sexo biológico e rejeitar que homens biológicos se utilizem dos direitos das mulheres ao se assumirem trans.

Conhecida por esse discurso, Minshull foi recebida por uma multidão de ativistas trans que estavam furiosos com ela. Entre as pautas defendidas pela britânica está garantir a segurança das mulheres em espaços como os banheiros públicos e impedir que mulheres trans participem de esportes em times femininos.

“Por querer abrir espaço para as mulheres falarem, temi genuinamente por minha vida hoje”, revelou a feminista no Twitter. “Meu ativismo é simples, nós #LetWomenSpeak. Por que isso deixa todo mundo tão bravo? Mostramos ao mundo o que acontece com as mulheres quando tentamos falar. Ninguém pode fingir que não vê a misoginia salivante”, completou.

Exibir Gospel/Leiliane Lopes