Siga nossas redes sociais
27/05/2024

Destaques

Igreja Universal tenta explicar participação de bispo em evento com Nicolás Maduro, na Venezuela

Published

on

Compartilhe

Uma solenidade realizada pelo governo da Venezuela pelo Dia Nacional do Pastor contou a presença do bispo Ronaldo Santos, da Igreja Universal do Reino de Deus que lidera os trabalhos naquele país, e também do ditador venezuelano Nicolás Maduro.

De acordo com a imprensa local, a IURD tem apoiado a reeleição do ditador por ter interesse em receber a concessão de uma emissora de TV para trabalhar naquele país.

A participação do bispo Santos em um evento ao lado de Maduro repercutiu de forma negativa e, pelo site oficial, a Igreja Universal disse que a situação foi “distorcida”.

“Nas últimas semanas, mídias hostis aos evangélicos — grupo religioso que mais cresce no Brasil — tentaram confundir a opinião pública e criar um factoide: distorceram a essência e o valor da cerimônia que aconteceu na cidade de Puerto Cabello, em Carabobo. A solenidade religiosa pelo Dia Nacional do Pastor foi completamente deformada por alguns jornalistas, como se fosse um ato político e partidário”, diz trecho da nota.

A IURD tenta explicar que foi convidada a participar do evento pelo segundo ano consecutivo e que o bispo foi responsável por ministrar uma mensagem e orar pelo país e pelas autoridades presentes, incluindo o ditador Maduro.

“O bispo Ronaldo Santos, responsável pelo trabalho local da Igreja, orou pelo país, pelo povo venezuelano, pelas denominações religiosas, e por todas as autoridades presentes na solenidade, incluindo o presidente Nicolás Maduro, que, segundo informações, todos os anos prestigia o evento”, diz a publicação. Leia na íntegra aqui!