Siga nossas redes sociais
26/02/2024

Entretenimento

Israel dá as boas-vindas aos jornalistas para a 6ª Cúpula Anual da Mídia Cristã

Published

on

Compartilhe

JERUSALÉM, Israel – Jornalistas internacionais vieram a Israel para a sexta Cúpula Anual da Mídia Cristã esta semana. Foi a primeira vez que voltaram à Terra desde a pandemia de COVID e eles voltaram com força total, ansiosos para se envolver com Israel.

A reunião anual começou como um fórum para compartilhar valores e preocupações entre judeus e cristãos na mídia.

“É importante, antes de tudo, porque Jesus era judeu”, disse Nitzan Chen, diretor da Assessoria de Imprensa do Governo de Israel, que patrocinou a cúpula. Este ano eles receberam cerca de 120 pessoas de mais de 25 países.

“Acho que, como assessoria de imprensa do governo, precisamos persuadir muita mídia cristã a vir a Israel para conhecer a sociedade israelense, porque quando temos batalhas e operações militares, e mesmo em um período de processo de paz, precisamos de mais mídia. , mundo para falar sobre Israel de uma forma positiva”, disse Chen à CBN News.

No evento da noite de abertura, a CBN News conversou com os participantes sobre por que eles vieram ao encontro.

“A Noruega é um país onde temos muitas mentiras produzidas pela mídia sobre Israel. Portanto, o que somos chamados a fazer é apenas falar a verdade, não mentir, fazê-los parecer melhores do que são, mas apenas dizer a verdade”, disse Trine Overaa Hansen, editor-chefe do Norge IDAG. 

“Está reunindo profissionais e executivos de televisão de todo o mundo, bem aqui no epicentro de tudo, em Israel, para falar sobre atualizações, o que está acontecendo [e] como podemos construir relacionamentos mais fortes com Israel”, disse a Dra. Ruth Pauline Plummer, Filhas da Aliança TV.

“Há tantas notícias falsas, notícias falsas. Eu odeio usar essa frase – mas é que você não sabe o que é certo e o que é errado, e se você pode ser uma plataforma em que as pessoas confiam e sabem que você está contando o que está acontecendo. Sua credibilidade é tão importante. Acho que estar aqui aumenta a credibilidade porque você aprendeu o que outras pessoas estão fazendo, o que podemos fazer para fortalecer uns aos outros e podemos ajudar a divulgar as notícias certas”, disse Gregory West, presidente do ATLANTA 57, WATC.

Alguns observaram a importância de os jornalistas verem e aprenderem sobre Israel em primeira mão, em vez de basear as decisões em outras fontes.

“Tudo é [uma] questão de percepção. Então, se você ficar no seu país e continuar assistindo a sua rede de notícias nacional ou internacional, eles não vão te dizer a verdade sobre a região. A única maneira de se conectar com a realidade é vir”, disse Frank Melloul, CEO da i24 News, uma estação internacional com sede em Israel que transmite em francês, inglês e árabe.

‘Ainda precisamos de alguma voz na região da África Oriental para contar as notícias sobre o que está acontecendo em Israel porque há muita mídia negativa por aí e, na maioria das vezes, as pessoas falam sobre uma nação que nunca visitaram. Eles não experimentaram o que está acontecendo em Israel. Portanto, é bom quando você experimenta e depois volta e conta a história de Israel”, disse Anne Kasombo da CBN Kenya.

Durante a cúpula, os participantes tiveram a oportunidade de aprender sobre as últimas inovações israelenses, o perigo que o Irã representa para o Estado judeu e o crescimento do anti-semitismo.  Uma batalha mais antiga do que o perigo de um Irã nuclear é o antigo flagelo do anti-semitismo, o ódio aos judeus”, disse o chefe do Escritório do Oriente Médio da CBN, Chris Mitchell, do pódio antes de moderar um painel sobre o assunto.

“O sobrevivente do Holocausto tardio e Prêmio Nobel Elie Wiesel disse: ‘Uma vez pensei que o anti-semitismo havia acabado. Hoje está claro para mim que provavelmente nunca vai acabar”, acrescentou Mitchell.

O bispo Robert Stearns, do Eagles’ Wings, o atual ressurgimento do anti-semitismo que está na mídia tradicional e nas mídias sociais no momento é uma das grandes preocupações.

“Historicamente, o que começa com o antissemitismo acaba negando os direitos e causando terror para muitas, muitas minorias diferentes. Então, uh, é por isso que esta cúpula é tão importante para levantar nossas vozes, falar contra o anti-semitismo e declarar que, uh, o racismo em qualquer forma é inaceitável”, disse Stearns à CBN News.

Os jornalistas também tiveram a oportunidade de visitar uma base militar das Forças de Defesa de Israel, ver uma réplica de uma cidade de Gaza e visitar maquetes dos túneis do Hamas onde soldados israelenses agora treinam para lutar e defender Israel.

Eles também ouviram falar de israelenses em Nirim, uma comunidade perto da cerca do perímetro de Gaza. os moradores contaram a eles sobre viver sob a ameaça de foguetes.

E como são jornalistas cristãos, eles sentiram a necessidade de aprender sobre a perspectiva de Deus sobre Israel e o Oriente Médio.

“É importante entender o que Deus está fazendo, agora em Israel, no Oriente Médio, e qual a melhor forma de refletir isso através de nossa mídia, canal que temos na Romênia. É um momento chave,” disse Tudor Petan, da Alfa Omega Television na Romênia.

“É importante para nós, locutores e jornalistas cristãos, nos reunirmos para saber que Deus nos deu essa paixão e um coração por Seu povo e Sua Terra, nos permite conectar aqui em Jerusalém para ver o que Deus está fazendo em Jerusalém, mas também para podemos então reportar mais notícias do que está acontecendo com uma percepção maior para que isso possa encorajar mais pessoas a orar e interceder em algumas das situações políticas muito difíceis que Israel enfrenta,” disse Simon Barrett da Revelation TV no Reino Unido.  

Fonte :CBNNEWS