Siga nossas redes sociais
25/02/2024

Destaques

Léia Miranda vence processo contra a Igreja Deus é Amor

Published

on

Compartilhe

Na última quinta-feira (17), a juíza Daniela Dejuste de Paula, da 29ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo, deferiu o pedido feito pela evangelista Léia Miranda, da Igreja Pentencostal Deus é Amor, contra a denominação.

O processo exige que a igreja entregue os arquivos de áudio/vídeo atribuídos à ela, onde há uma conversa entre um homem e uma mulher supostamente amantes.

“Defiro a produção antecipada da prova, porque verificado fundado receio de que venha a tornar-se impossível ou muito difícil a verificação dos fatos narrados no processo principal. Cite-se e intime-se a parte ré para apresentar os arquivos pretendidos, cientificando-lhe que este procedimento não admite defesa ou recurso”, diz a decisão.

Há divergência nas perícias feitas no áudio. A IPDA afastou Léia após identificar que a voz é dela. O pastor que aparece conversando no áudio foi desligado da igreja. Ele confessa que teve um caso com a evangelista que nega.

Já a perícia contratada por Léia diz que a voz não é dela, que são conversas gravadas em estúdio e objetivo é prejudicá-la.

Redação Exibir Gospel /Leiliane Lopes