Siga nossas redes sociais
13/06/2024

Destaques

Líder cristã denuncia perseguição no Irã

Published

on

Compartilhe

A cristã Guly pediu ajuda internacional para os cristãos perseguidos

A proporção da perseguição contra os cristãos iranianos está crescendo de maneira alarmante. Há relatos frequentes de repressão da Guarda Revolucionária Islâmica (IRGC, da sigla em inglês) contra atividades cristãs pacíficas no 9o país da Lista Mundial da Perseguição 2023.  

Guly Francis, uma líder cristã que tem dupla nacionalidade (britânica-iraniana) pediu ajuda ao Reino Unido para que os cristãos tenham uma “rota de fuga” segura para se protegerem da perseguição. Ela compartilhou a preocupação quanto ao tratamento violento imposto às minorias religiosas e aos protestos pacíficos, que têm resultado em prisões arbitrárias.  

 Em defesa da igreja perseguida 

Guly também alertou sobre a interferência da IRGC nos julgamentos de cristãos que terminam com penas maiores do que outros crimes. Ela destaca a necessidade de posicionamento de outras nações para proteção e apoio daqueles que sofrem perseguição por causa da fé em Jesus.  

O sub-secretário de Estado do Reino Unido afirmou que recebeu as denúncias e está avaliando o que pode ser feito. Nos últimos anos, muitas igrejas iranianas tiveram os bens confiscados e vendidos ou foram invadidas e completamente destruídas em ataques.   

Os cristãos locais continuam solicitando a atenção do governo iraniano para injustiças contra as minorias religiosas. Em 2023, alguns avanços foram feitos com ao menos sete libertações e o reconhecimento de um erro judicial, no entanto, centenas de cristãos iranianos permanecem sob perseguição extrema.

Apoie cristãos presos 

Por causa da fé em Jesus, muitos cristãos iranianos são presos e enfrentam torturas e privações. Acesse o link e saiba como ajudá-los para que recebam alimentos, remédios e apoio jurídico que necessitam. 

Exibir Gospel / Leiliane Lopes