Siga nossas redes sociais
12/04/2024

Destaques

Lula critica Bolsonaro: “Usou a fé dos evangélicos para mentir”

Published

on

Compartilhe

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez críticas ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) durante um evento de inauguração de um contorno rodoviário na BR-101, em Serra (ES), nesta sexta-feira (15). Sem poupar palavras, Lula chamou Bolsonaro de “facínora” e acusou-o de utilizar a fé dos evangélicos para disseminar mentiras.

Os ataques direcionados a Bolsonaro permearam boa parte do discurso de Lula, questionando a ausência de obras inauguradas pelo ex-presidente. Lula afirmou: “Ele não inaugurou nenhuma obra aqui. Mas ele inaugurou o ódio entre filhos, pais, a mentira, as mais deslavadas mentiras. As intrigas entre famílias.”

Além disso, Lula também confrontou as alegações feitas durante as eleições, nas quais se dizia que, caso eleito, o PT poderia fechar igrejas. “A gente vai provar que o que resolve o problema de um povo não é a instigação do ódio, utilizando a boa fé do povo evangélico para mentir. Dizendo que a gente ia fechar igreja, dizendo que a gente ia fazer banheiro unissex, isso ou aquilo”, disse ele.

Ao abordar sua própria história pessoal e trajetória política, Lula atribuiu suas conquistas à intervenção divina. “Somente Deus poderia fazer com que um filho de dona Lindu, semianalfabeto, que não morreu de fome, fosse eleito três vezes presidente deste país”, afirmou.

A crítica de Lula se estendeu à conduta de Bolsonaro durante o período de transição de governo, onde o presidente classificou Bolsonaro como “um cidadão que não merecia nenhum respeito” devido à sua ausência e postura.

Exibir Gospel / Leiliane Lopes