Siga nossas redes sociais
19/04/2024

Destaques

Menina cristã de quatro anos é espancada por radicais muçulmanos em Bangladesh

Published

on

Compartilhe

Um caso chocante de intolerância religiosa deixou uma família cristã em estado delicado após um violento ataque por parte de vizinhos extremistas em uma vila remota no Norte de Bangladesh. O episódio envolveu uma menina de quatro anos, sua mãe e irmão, resultando em ferimentos graves para todos os envolvidos.

Segundo relatos, o incidente teve início quando a pequena Sephali, integrante de uma família cristã de origem muçulmana, fez uma pergunta inocente a uma vizinha mais velha durante uma tarde de brincadeiras próxima à sua residência. A resposta da vizinha foi carregada de hostilidade, afirmando que a família de Sephali não deveria se comunicar com eles, pois ser cristão era motivo suficiente para não manterem relação alguma, declarando que dialogar com eles seria considerado um pecado grave.

O confronto ganhou proporções alarmantes quando a mãe de Sephali e seu irmão mais velho saíram para averiguar a situação ao ouvirem os gritos. A mãe, tentando compreender a situação, indagou a vizinha sobre o motivo da repreensão à sua filha, apenas para receber como resposta uma reiteração da proibição de contato devido à fé cristã da família.

A tensão cresceu e, em um desdobramento perturbador, o marido da vizinha se juntou à discussão, resultando em um ato de violência física. Usando um pedaço de madeira encontrado nas proximidades, o casal agrediu brutalmente a pequena Sephali, sua mãe e o irmão mais velho, deixando-os com ferimentos graves em diferentes partes do corpo.

Os três feridos foram prontamente encaminhados ao hospital local para receberem cuidados médicos. O pai de Sephali denunciou o ataque às autoridades locais e à polícia, porém, até o momento, nenhuma medida foi tomada em relação ao caso.

Diante da gravidade da situação, parceiros locais da organização Portas Abertas entraram em contato com as vítimas, oferecendo palavras de conforto e apoio. Além disso, mantêm contato com o líder cristão da igreja frequentada pela família, buscando formas de auxiliá-los nesse momento difícil.

O incidente levanta preocupações sobre a intolerância religiosa e a falta de ações concretas por parte das autoridades para proteger os direitos e a segurança das minorias religiosas na região. Enquanto a família se recupera, a comunidade local e organizações têm se unido em oração pela sua pronta recuperação e por medidas que promovam a paz e a convivência harmoniosa entre diferentes crenças na região.

Ajude crianças cristãs perseguidas em Bangladesh

As crianças não são poupadas da perseguição por amor a Cristo. Ajude a nova geração cristã em Bangladesh a encontrar consolo e forças na palavra de Deus. Neste Natal, envie Bíblias como presente para crianças perseguidas em Bangladesh.

Pedidos de oração

Portas Abertas