Siga nossas redes sociais
23/02/2024

Destaques

Pais processam Amazon por vender ‘kits de suicídio’ para adolescentes

Published

on

Compartilhe

A Amazon, gigante do comércio eletrônico, está sendo processada por duas famílias de adolescentes que se suicidaram após comprar “kits de suicídio” vendidos através do site.

O produto em questão teria, entre outras coisas, um conservante de alimentos que é mortal em altos níveis de pureza.

Os pais de Kristine Jónsson, 16, de Ohio, e os pais de Ethan McCarthy, 17, de West Virginia, disseram que a empresa ajudou na morte dos adolescentes vendendo nitrito de sódio.

Se uma pessoa ingerir o suficiente dessa substância, ela pode interferir na capacidade dos glóbulos vermelhos do corpo de transportar oxigênio. Essa condição perigosa e com risco de vida é chamada de metemoglobinemia, de acordo com o site do Missouri Poison Center.

A ação foi aberta em setembro na Califórnia e as famílias argumentam que junto com o nitrito de sódio, a Amazon recomenda que os clientes também comprem uma pequena balança para medir a dose correta, para evitar vomitar o líquido, além de ensinar como fazer para morrer usando o produto.

Documentos judiciais revelam que sites e fóruns de suicídio discutem frequentemente o uso do produto químico.

“Isso é diferente de vender cordas, facas ou outros implementos que podem ser usados ​​para a morte porque não há uso doméstico para o nitrato de sódio no nível de pureza (98-99%) que o vende”, disseram os advogados.

Um vendedor da Amazon, Loudwolf, também é citado no processo. Os dois adolescentes supostamente compraram sua marca de nitrito de sódio, segundo notícia da NPR.

Redação Exibir /Leiliane Lopes