Siga nossas redes sociais
27/05/2024

Destaques

Pastor Davi Passamani é preso por suspeita de crimes sexuais

Published

on

Compartilhe

Na noite desta quinta-feira (4), o pastor Davi Passamani foi detido por agentes da Delegacia Estadual de Atendimento Especializado à Mulher, em Goiânia. Ele é suspeito de cometer crimes sexuais e está sob investigação após duas denúncias de assédio. A informação da prisão foi confirmada pela defesa do pastor, que prometeu se pronunciar em breve.

A última vítima registrou um boletim de ocorrência em 20 de dezembro de 2023, onde relatou que o líder religioso enviou mensagens com conteúdo sexual e descreveu fantasias eróticas. Além disso, em 26 de março deste ano, o pastor foi condenado a pagar uma indenização de R$ 50 mil por assédio, em um processo movido por outra vítima. A quantia será destinada a instituições que acolhem mulheres vítimas de violência.

Este não é o primeiro caso de denúncia contra Passamani. Em março de 2020, uma jovem de 20 anos usou as redes sociais para denunciá-lo por importunação sexual. O caso foi formalizado na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Goiânia e encaminhado ao Ministério Público. Na época, o pastor foi afastado de suas funções ministeriais para tratamento médico especializado.

A Justiça arquivou o processo por “ausência de justa causa”, mas as acusações persistiram. Em 20 de dezembro de 2023, outra vítima registrou um boletim de ocorrência relatando mensagens com teor sexual e uma chamada de vídeo indecente feita pelo pastor. A investigação está em andamento e sob sigilo.

Redação Exibir Gospel