Siga nossas redes sociais
14/04/2024

Destaques

Pastores criticam Ed René Kivitz após afirmar que é a Bíblia não é inerrante

Published

on

Compartilhe

O pastor Ed René Kivitz, da Igreja Batista de Água Branca (IBAB), declarou em um evento em sua igreja que não crê na inerrância da Bíblia no que se refere às “legislações” e que apenas  as declarações de Jesus são inerrantes.

A fala foi comentada por pastores que consideram Kivitz um herege. Entre eles o pastor Yago Martins que gravou um vídeo com críticas ao líder da IBAB. “A coisa que mais dá raiva no Kivitz: ele é herege e finge que não é, crê numas heresias completamente absurdas, mas finge que é ortodoxo, não tem coragem, muitas vezes, de botar a boca no trombone acerca das heresias. Agora, de um, dois anos para cá ele ficou mais claro, parou de ficar fingindo que não é o que é”, declarou.

Martins diz que os ensinamentos de Kivitz estão errados, porque a Bíblia é inerrante em sua totalidade. “A Bíblia é inerrante. Ir contra a inerrância da Bíblia é heresia. Vai dizer que a Bíblia não é inerrante?”. Assista aqui!

O pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança, também comentou sobre Kivitz e reafirmou que o pastor da IBAB comete erros teológicos ao propor que a Bíblia seja reinterpretada para agradar a cultura do mundo atual.

Ora, Ed prega uma mensagem mentirosa, cheia de sofismas, absorta em malignidade. Diante do seu ensino de aparente piedade, continuo afirmando que a Bíblia é o escudo que nos protege do erro, como também a inerrante Palavra de Deus. Digo mais: diante do exposto afirmo que ao incentivar o crente a moldar o texto sagrado à cultura e modernidade, ou mesmo aos ideais de um mundo politicamente correto, Ed peca contra Deus e sua Palavra”, escreveu Vargens em suas redes sociais. Leia aqui!