Siga nossas redes sociais
24/07/2024

Variedades

Pedra do século 30 encontrada conta a história da guerra de Moabe e Israel

Published

on

Compartilhe

Uma pedra encontrada em 1868 no leste de Mar Morto tem seu papel histórico por ser a maior fonte da língua moabita que foi encontrada até hoje e agora traz ainda mais informações importantes e históricas.

Pesquisadores verificaram com alto grau de certeza que a chamada Estela Mesa – que faz referência ao rei Mesa, de Moabe – traz um longo relato sobre a guerra entre os moabitas e Israel.

O texto tem semelhanças com o relato bíblico de 2º Reis 3 e ainda faz alusão à “Casa de Davi”, podendo comprovar a existência do maior rei que Israel já teve, mas que há poucos artefatos arqueológicos que comprovem que ele realmente existiu.

Atualmente a Estela Mesa (Estela Mesha) está em exposição no Museu Louvre, em Paris, na França, é uma pedra com cerca de 3 pés de altura e 2 de largura com 34 linhas de texto escritas em moabita.

A peça foi danificada em 1869, mas antes disso foi possível transcrever o que estava escrito em uma papel machê que foi analisado por pesquisadores e linguistas que conseguiram traduzir partes do que é relatado.

Davi: pesquisadores utilizaram tecnologia de ponta para tradução

O debate centrou-se em cinco letras que corresponderiam a “bt” ou “casa de” e “dwd” que significa David. Embora duas das letras (a primeira e a quarta, bet e waw) fossem claramente visíveis, as outras três letras (taw, dalet e dalet) não eram. Portanto, os estudiosos não tinham certeza de que essas referências ao rei Davi estavam sendo decifradas corretamente. Até agora.

Usando técnicas de imagem digital de última geração, os pesquisadores Andre Lemaire e Jean-Philippe Delorme concluíram que a “Estela de Mesa” contém uma referência clara ao rei bíblico Davi.

Apesar disso, a descoberta, como esperado, dividiu a comunidade arqueológica e os estudiosos de antiguidades. Alguns apóiam esse resultado, outros o questionam e alguns ainda estão indefinidos.

Redação Exibir / Leiliane Lopes