Siga nossas redes sociais
18/07/2024

Destaques

Pedrinho Matador se batizou três anos após ganhar a liberdade condicional

Published

on

Compartilhe

Morreu na manhã deste domingo (5) na cidade de Mogi das Cruzes (SP) o ex-presidiário Pedro Rodrigues Filho, o Pedrinho Matador, 69 anos, que era conhecido como o mais famoso serial killer do Brasil.

Ele foi condenado a mais de 400 anos de prisão por matar 71 pessoas, todavia, ele sempre contou que mais mais de 100 pessoas, entre eles o seu próprio pai como “vingança” pelo assassinato da mãe.

Após 42 anos de prisão, ele foi solto, isso em 2018, e estava em liberdade desde então. Em 2021, Pedrinho Matador se tornou evangélico e foi batizado.

Após o anúncio de sua morte, começaram a circular pelas redes sociais os vídeos onde o ex-matador confessa a Cristo, diz que está arrependido dos crimes e pecados que cometeu e então é batizado nas águas de um rio.

Nos últimos anos, Pedrinho Matador usava as redes sociais para mostrar sua vida e participou de muitos podcasts onde pode falar sobre seu passado e sobre o presente.

Maravilhosa Graça

A informação de que o matador mais famoso do país se converteu causou polêmica nas redes sociais. Pode alguém com este passado ser realmente perdoado por Deus?

O pastor Anderson Silva fez uma publicação em suas redes sociais falando sobre a graça de Deus.

“Nem sempre o perdão de Deus será o perdão dos homens. Deus perdoa, mas os homens nem sempre perdoam (…) Espero que, de fato, essa conversão seja genuina e que esse homem tenha sido salvo”, declarou o pastor.

Redação /Leiliane Lopes