Siga nossas redes sociais
25/02/2024

Destaques

Pfizer diz que nunca testou se a vacina contra covid-19 impedia transmissão ou infecção

Published

on

Compartilhe

Nesta segunda-feira (10), Janine Small, presidente de mercados internacionais da Pfizer, disse ao Parlamento Europeu que a farmacêutica não sabia se sua vacina COVID-19 impedia a transmissão do vírus antes de entrar no mercado em dezembro de 2020.

Rob Roos, um membro holandês do Parlamento Europeu que fez uma pergunta a Small sobre a transmissão na audiência, twittou: “URGENTE: Na audiência sobre COVID, o diretor da #Pfizer admite: a #vacina nunca foi testada na prevenção da transmissão. ‘Se vacine para os outros’ sempre foi uma mentira. O único propósito do passaporte #COVID: obrigar as pessoas a se vacinarem. O mundo precisa saber. Compartilhe este vídeo!”

Agências de checagem tentam dizer que o tuíte do político europeu está fora de contexto porque a Pfizer nunca afirmou que tinha estudado a questão. Ou seja, ela não mentiu porque simplesmente nunca ofereceu aos seus compradores um estudo sobre a infecção após a vacinação.

Na audiência , Roos perguntou a Small se a Pfizer havia testado sua vacina COVID-19 por sua capacidade de impedir a transmissão do vírus antes de seu lançamento no mercado.

A resposta do representante da farmacêutica foi a seguinte:  “Não. Tivemos que realmente nos mover na velocidade da ciência para realmente entender o que está acontecendo no mercado.”

Um estudo financiado pela Pfizer e pela fabricante alemã de vacinas BioNTech publicado no New England Journal of Medicine em 10 de dezembro de 2020, um dia antes de a Food and Drug Administration conceder a autorização de uso emergencial da vacina COVID-19 da Pfizer , não incluiu dados sobre a vacina e sua eficácia na redução da transmissão do vírus.

Com informações da APNews

Redação Exibir Gospel / Leiliane Lopes