Siga nossas redes sociais
26/02/2024

Destaques

Placar da perseguição: Especial sobre Camarões 

Published

on

Compartilhe

Participante da Copa, o país enfrenta uma guerra civil e ataques extremistas frequentes 

Apesar da natureza majestosa e bela, Camarões é um ambiente hostil aos cristãos. Desde 2017, o país vive uma guerra civil que trouxe insegurança e dificuldades econômicas, especialmente no Norte do país. Além das disputas de poder, grupos extremistas islâmicos, como o Boko Haram, realizam ataques frequentes na tentativa de impor a sharia, conjunto de leis islâmicas, e exterminar a presença cristã do país.  

Camarões ocupa a 44ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2022, documento produzido anualmente pela Portas Abertas, que classifica os 50 países onde os cristãos são mais perseguidos.

Os atentados semeiam o medo, o luto e o cansaço entre os cristãos em Camarões. A cristã Baldina perdeu os dois filhos por causa do Boko Haram. O mais velho foi assassinado durante um ataque do grupo extremista na vila onde moravam, pois, alguns militantes descobriram que ele era cristão e ele se recusou a negar a Jesus.  

Já o caçula precisou fugir porque estava sob ameaças de morte também. Por causa da segurança dele, Baldina não consegue manter contato frequente. Ela é idosa e precisou cuidar sozinha durante anos da pequena plantação que cultiva e do marido doente, também idoso. Ela encontrou o apoio de que precisava nas igrejas locais e parceiros da Portas Abertas, mas nem todos os cristãos perseguidos conseguem o mesmo.  

Uma onda de brutalidade e crueldade tomou o Oeste Africano. As ameaças e traumas causados pelos ataques preocupam os cristãos em Camarões que contam com as orações da igreja global para encontrar cura e esperança em Cristo.    

Vista a camisa da Igreja Perseguida 

Enquanto assiste os jogos da Copa do Mundo 2022, ore pelos cristãos perseguidos em Camarões. Baixe a tabela clicando no banner abaixo e faça parte do time que enfrenta a perseguição em oração.