Siga nossas redes sociais
19/04/2024

Entretenimento

Presidente Lula rejeita pressão por gesto político com evangélicos e descarta encontro com pastores

Published

on

Compartilhe

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem rejeitado propostas de ministros para realizar um gesto mais enfático em relação aos evangélicos, mesmo com sua popularidade em queda e dificuldades entre esse público.

Lula descartou a realização de um evento ou encontro com pastores, a criação de um grupo governamental para dialogar com o segmento ou o lançamento de programas com políticas públicas específicas para os evangélicos. Ele argumenta que não quer substituir o ex-presidente Jair Bolsonaro no púlpito e busca se aproximar mostrando que os evangélicos também usufruem dos avanços do governo nas áreas sociais e econômicas.

O presidente enfatiza que o Estado é laico e que não se deve fazer uso político da fé, mesmo tom usado na reunião ministerial de segunda-feira. Em conversas, Lula diz que não vê problema em falar com pastores, mas sugere que parte das lideranças evangélicas não deseja essa aproximação. Ele se ressente do que considera ingratidão de líderes que foram próximos de gestões petistas passadas e depois estreitaram laços com Bolsonaro.

Durante uma reunião, Lula afirmou que deseja um país onde a religião não seja usada como instrumento político e que a fé seja exercitada na mais plena liberdade das pessoas.

Exibir Gospel /Redação