Siga nossas redes sociais
23/02/2024

Destaques

Rainha Elizabeth II nunca escondeu seu relacionamento com Jesus

Published

on

Reprodução redes sociais
Compartilhe

Faleceu nesta quinta-feira (8) a rainha Elizabeth II, 96 anos, soberana do  Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte e dos estados que compõem a Commonwealth. Ela também era a Governadora Suprema da Igreja da Inglaterra.

A rainha Elizabeth  sempre foi sincera sobre sua fé cristã, durante suas mensagens oficiais de Páscoa e Natal,  bem como em entrevistas e sempre que teve a chance.

A Igreja da Inglaterra postou a seguinte  oração  nas redes sociais: “Gracioso Deus,  nós te agradecemos pela vida de sua serva Rainha Elizabeth, por sua fé e dedicação ao serviço. Abençoe nossa nação enquanto lamentamos sua morte, e  que seu exemplo continue a nos inspirar,  por meio de Cristo Jesus, nosso Senhor”.

Sucessão do trono

A rainha Elizabeth e  príncipe Philip, que morreu em 2021 aos 99 anos, foram casados por 73 anos e tiveram quatro filhos: Charles – herdeiro do trono – Andrew e Edward, e a princesa Anna. Charles já assumiu como rei adotando o nome de rei Charles III.

Ao lado de seus irmãos, ele estava no Castelo de Balmoral, na Escócia, onde a rainha morreu. Ao lado de sua esposa, que agora será rainha, Camilla, Charles deve voltar para Londres nesta sexta-feira (9).

Em seu primeiro pronunciamento como rei, Charles III falou sobre a partida de sua mãe. “A morte da minha querida mãe, a majestade a rainha, é um momento de grande tristeza para mim e para os membros da minha família. Nós lamentamos profundamente o falecimento de uma querida soberana e uma mãe que foi muito amada. Eu sei que a perda dela será muito sentida no país, na Commomwealth e por incontáveis povos no mundo”, diz a nota oficial do novo rei.

Redação Exibir Gospel / Leiliane Lopes