Siga nossas redes sociais
18/07/2024

Entretenimento

Secretaria desmente professores sobre cultos em escolas de Eldorado do Sul

Published

on

Compartilhe

Nas últimas semanas, um tema tem ganhado destaque nas redes sociais e gerado debates em Eldorado do Sul, município localizado na Região Metropolitana de Porto Alegre. Vídeos de atividades realizadas por grupos de evangélicos em escolas municipais, especificamente na EMEF Cônego Eugênio Mees, têm causado controvérsia.

As imagens que circulam nas redes sociais mostram crianças participando de apresentações, encenando e cantando louvores evangélicos em um palco montado no ginásio da escola. Professores denunciaram a atividade dizendo que o Município estava promovendo cultos, mas a Secretaria de Educação, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo (SMEC) de Eldorado do Sul nega a informação.

O secretário da pasta, Gelson Antunes (PDT), disse que na verdade a atividade faz parte da programação da Semana Cultural Evangélica pela valorização da Família e contra o uso de drogas, instituída pela Lei Municipal nº 4787/2018.

 Antunes, que antes de sua trajetória política atuou como pastor da Assembleia de Deus, enfatizou que as atividades não têm caráter religioso, mas buscam valorizar a cultura evangélica. Ele declarou: “Eu jamais promoveria proselitismo religioso. Jamais vou concordar com o culto nas escolas. E não acontece o culto. Eu tenho relatórios das equipes diretivas que afirmam isso.”

O secretário também explicou que durante a Semana Cultural Evangélica, foram ministradas palestras com duração de aproximadamente quarenta e cinco minutos, abordando quatro temas escolhidos pelos supervisores pedagógicos da SMEC: empatia, violência familiar, descriminalização e amor ao próximo. O secretário enfatizou que em nenhum momento durante as palestras se falou sobre discriminação religiosa, enalteceu-se a palavra evangélica ou o evangelho. Os relatórios elaborados pelos diretores das escolas, segundo ele, corroboram essa versão.

Exibir Gospel/ Leiliane Lopes