Siga nossas redes sociais
18/05/2024

Destaques

Sementes de uvas citadas na Bíblia são achadas no deserto de Israel

Published

on

Compartilhe

Sementes de uva de 1,1 mil anos foram encontradas por arqueólogos no deserto do Neguev, em Israel, durante escavações.

Após uma pesquisa de DNA nas sementes, revelou-se que se trata de uma variedade da fruta que foi citada na Bíblia durante a bênção que Jacó dá ao seu filho Judá.

Em Gênesis 49:11 lemos: “Ele amarrará seu jumento a uma videira, seu jumentinho ao ramo mais escolhido; ele lavará suas vestes no vinho, suas vestes no sangue das uvas”.

A pesquisa foi conduzida pelo laboratório paleogenético do Museu Steinhardt de História Natural da Universidade de Tel Aviv e pela Universidade de Haifa.

As universidades divulgaram que foram encontradas 16 sementes, todas no chão de uma sala no sítio arqueológico de Avdat. No local, foram descobertas as ruínas de uma cidade nabateia.

Os resultados do exame mostraram que 11 sementes tinham material genético ruim,  três foram identificadas variedades locais de uva. Finalmente, duas amostragens, ambas de cerca de 900 a.C., eram de variedades locais que existem até hoje. A outra semente local não é bíblica, mas cresce misteriosamente nas areias de Palmachim, na costa de Israel.

As mesmas uvas também podem ser encontradas em Números 13:23: “Quando chegaram ao Vale de Eshkol (identificado por alguns como Nahal Sorek), eles cortaram um galho com um único cacho de uvas. Dois deles o carregavam numa vara entre si”.

Uma delas era quase idêntica à variedade Syriki, usada hoje para fazer vinho tinto de alta qualidade na Grécia e no Líbano.

Exibir Gospel / Leiliane Lopes