Siga nossas redes sociais
23/02/2024

Destaques

Virologista chinesa que denunciou a criação da Covid-19 aceita a Jesus

Published

on

Compartilhe

A virologista chinesa que denunciou que o vírus da Covid-19 foi produzido em um laboratório em Wuhan, Li-Meng Yan, aceitou Jesus como seu Salvador após uma experiência no Hawai.

Correndo risco de morte por ter denunciado o governo chinês pela produção e disseminação do vírus que matou mais de 6 milhões de pessoas no mundo, a virologista se mudou para os EUA para poder divulgar com segurança tudo o que ela descobriu.

Recentemente ela foi chamada para dar uma palestra em uma igreja no Havaí e ela foi surpreendida com um cântico sobre a passagem de  Números 6:24-26, que diz: “O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e te conceda graça; o Senhor volte para ti o seu rosto e te dê paz”.

Emocionada com o que ouviu, Yan chorou e se lembrou de sua avó, que era cristã. A família da virologista é de uma cidade cristã chamada Tsingtao, um antiga colônia alemã que era conhecida como um grande centro missionário até que o comunismo ascendeu na China.

“Senti tanto o poder de Deus e o amor de Jesus que minha avó me mostrou desde que eu era uma garotinha que, no dia seguinte, confessei o Senhor Jesus Cristo como meu Senhor e Salvador e fui batizada”, disse Yan ao Charisma News.

“Minha vida mudou”, continuou ela. “Minha fé em Cristo me deu uma nova visão enquanto trabalho para espalhar a verdade do que a China fez e continua a fazer para espalhar seu mal ao mundo, mas também para compartilhar meu amor pelo Senhor Jesus Cristo e como Seu amor e poder são os únicos inimigos que o Partido Comunista Chinês não pode derrotar”.

Redação Exibir Gospel