Siga nossas redes sociais
27/05/2024

Destaques

Viúvo de Sara Mariano nega ter participado do crime: “Eu não matei”

Published

on

Compartilhe

O viúvo de Sara Mariano, Ederlan Mariano, que é o principal suspeito do crime, apareceu em um vídeo divulgado nas redes sociais, nesta terça-feira (7), com o cabelo raspado e vestindo uniforme de presidiário. Ederlan afirmou na gravação que não é o autor do assassinato de sua esposa.

“Eu não matei Sara, eu não sou um assassino. Estão me acusando de um crime que não cometi. Deus é minha testemunha. Eu não sou o assassino de minha esposa”, declara ele no vídeo.

As imagens surgiram no mesmo dia da terceira audiência de instrução do caso, realizada no Fórum Criminal de Dias D’Ávila, na Bahia. Na audiência, que contou com a presença de 11 pessoas, incluindo magistrados, advogados e servidores públicos, Ederlan Mariano, Bispo Zadoque, Gideão Duarte e Victor Gabriel foram interrogados por quase três horas cada. Eles foram questionados separadamente em sessões de aproximadamente 45 minutos.

Ederlan foi o primeiro a prestar depoimento, seguido por Bispo Zadoque. Já Victor e Gideão afirmaram não se recordar detalhes sobre o caso e, assim como Ederlan, apontaram Zadoque como o mandante do crime.

Após os interrogatórios, os quatro homens foram encaminhados ao Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, onde permanecem detidos preventivamente aguardando o julgamento que determinará se serão condenados ou absolvidos.

Sara Mariano foi encontrada morta no dia 27 de outubro de 2023, em uma área próxima à BA-093, em Dias d’Ávila. Assista aqui!

Exibir Gospel / Redação